Tuesday, November 18, 2014

Sem Coração!

Eu observo,
eu vejo a vida brotar nos jardins alheios enquanto as minhas plantas morrem.
É simples, eu sei.
Água, sol e algum carinho…
Mas quando eu tive o sol, não dava tempo,
quando eu lhe dei água, agüei demais
e o meu carinho… ah… eu não tenho um coração!

Monday, August 25, 2014

Pirate Love



And so there was me
troubled by the sand and sea
Believing the sun was so lazy
It wouldn't wake up a single daisy.
The bay was dark and shy
Alone I was, that's why
...then I followed the way in the sky
to arrive to my tryst on the sly.

A handsome pirate was waiting
He had no eye patch or braiding.
He showed me his ship far away,
and offered me some rum from Bombay.
Not sure it was me or the rum
but my view turned crooked and dumb,
The pirate promised me wonders,
Whales, sunrises and plunders.
I didn't believe it at first
But through the water a whale burst.

The sunrise sure came next
he held my hand, I was perplexed
A silent moment invaded the scene
I smiled hoping my teeth looked clean
That's the story of me and him
We got started by a simple whim:
Sharing a laugh, sharing a smile
sharing some love for our own guile

And if you ever see a big ship coming by
Don't hesitate, come to say "hi!"

Vanessa Emmanuelle

Friday, June 6, 2014

Nascer

À minha linda família

6 de Junho…

Que delícia reviver,
lembrar ao primeiro raio de sol
o fim do sacrifício de nascer.
quand'os pulmões do dia
s'enchem de esperança
um choro de alegria
um coração de criança.

Então me lembro um doce balançar
Sentir os braços maternais que aconchegam,
olhos brilhantes a me acompanhar
e o toque doce da sua mão na minha.

Depois, a admiração paternal
uma esperança cheia de mistério
os olhos rasos e eu a te olhar
e decorar o seu sorriso lindo.

E a alegria de reencontrar
quem conversou comigo do outro lado
beijos fraternos pra me aconchegar
e um riso solto pra me cativar.



Vanessa Emmanuelle de Aquino.


Tuesday, May 27, 2014

Cinema Andino


Luz!
É seu toque que revela aos poucos
quando os pássaros despertam roucos,
a intimidade juvenil dessas colinas,
suas cores 'inda dormentes e argentinas
suas formas…
…doces arredondados femininos
tragando aventureiros, peregrinos.

Câmera!
São meus olhos que te vêem poesia
cada rosto, sofrimento, ventania.
na lembrança dos teus braços, cordilheira
é qu'encontro para a vida a conselheira.
aprisionar…
… teus encantos nessas vãs fotografias,
é preservar um cobertor que se desfia.

Ação!
Meus pés conquistam continentes, corações,
mas são tuas pedras que me escutam as orações
Executo minha arte de lembrar
teus a beleza, o pôr-do-sol, rosa e luar
tocar-te…
…a via láctea que outra vez não poderei ver
com os próprios olhos, mas que jamais posso esquecer.

Vanessa Emmanuelle de Aquino.






Thursday, April 3, 2014

Romantique Montréal

Il arrive à la gare
Pour tuer les heures
Une fois pour toutes
… Il se jette.


First Haïku in Montreal

Ele chega à estação
Para matar todas as horas
de uma vez por todas
… Ele se joga.

Meu Primeiro Haikai em Montreal