Saturday, December 10, 2011

Like a mother


Even before the roughest attitudes of humanity and the most arid scenarios we create with our childish purposes, beauty and nature still find their way out.

Como uma mãe

Mesmo diante das atitudes mais atrozes da humanidade e dos cenários mais áridos que criamos com nossos objetivos infantis, a beleza e a natureza ainda encontram saída.

Vanessa Aquino

Photo: http://sqoutfitters.com/Nature.htm

Wednesday, November 16, 2011

Sê Grande!

Ser grande...
A única coisa que te impede de ser grande é você mesmo.
Não é o governo, o pai, o marido, o maldito cachorro que come o dever de casa.
Não é a situação, a prima, a rival, a terrível herança do DNA.
Não são as coisas que acontecem, mas a forma como você lida com estas esferas da vida.
Cresce!
Sê grande!
Olhe com olhos de sábio,
pense com a paz de um guru,
simplifique!
Para chegar lá basta trabalhar, estudar, fazer, calar a boca e agir.
A receita é fácil, soa como coisa antiga.
A verdade é que isso nunca mudou...
...A gente só chega aonde quer chegar.

Vanessa Aquino.
Foto: Vanessa Aquino

Thursday, September 15, 2011

Cora Coralina

A Cora é um pedaço do amor que a terra nos levou! 
Mas, a revanche... ela nos deixou seus filhos versos, 
seu olhar poético, seus braços palavras e nos alcançou!

Vanessa Emmanuelle.

Saturday, August 20, 2011

O mar que o céu recorda

Quando a noite se assenta sobre o acampamento e os homens deixam o manso véu andino que cobre as montanhas para ir jantar nos prédios de lata, saio furtiva da casa da fazenda a explorar a noite como se fosse só minha.
Não há ninguém, só eu estou no mundo e me ponho a caminhar pelo pomar, com suas árvores secas pelo inverno gélido e a vigiar as estrelas cadentes sem fazer pedidos, porque é bobagem fazer pedidos num mundo onde não há mais ninguém.
Ao alcançar o pasto espanto os pássaros invisíveis que se recolhem por trás do capim.  Assustados, voam com seus piados esganiçados me indicando a direção que tomam sem jamais me deixar vê-los.
Então visito os bichos sonolentos que moram no curral e que não sei bem se por sono ou por medo de mim, não fazem o menor ruído.
Depois dou pra observar o céu que de tantas estrelas me estarrece. Elas caminham sobre mim, me assombram e seduzem. Abduzida me encontro na porteira. Perdida, ando no meio da estrada e fico pensando que provavelmente os céus são o reflexo do oceano que esteve aqui um dia, com suas miríades de estrelas marinhas e algas com textura de Via Láctea. Isso provavelmente explica os terremotos.
Pouco me importam as explicações científicas ou os estudiosos com suas teorias. Pois eu, quando ando lá fora olhando para os mares celestiais, só consigo pensar que a terra, ao mirar o espelho do céu e ver o rosto que guardou sua juventude, só pode mesmo reagir com sobressalto...
...Disseram-me que há terremotos na província de San Juan, mas que terra não estremeceria diante deste céu?

Vanessa Aquino.

Sunday, May 29, 2011

Desacreditar...



                                                                    Foto: Vanessa Aquino.
"A cada dia que passa Deus esta tão mais em mim que preciso crer menos nele." Vanessa Aquino.

Friday, April 8, 2011

Back to the city


Vuelvo al sur...
Maybe tango,
Maybe mambo,
The city invites
And I... "compiango".

Vanessa Aquino.

Thursday, March 31, 2011

Art Gallery

Foto: Vanessa Aquino. (Pico de Arita - Andes)

I'm here,
There's nothing around
except by some of the most inspired art works of God.
Yes, I found one of the best art galleries in the world.

Vanessa Aquino.


Estou aqui,
Não há nada ao meu redor,
exceto por algumas das obras mais inspiradas de Deus.
Sim, eu encontrei uma das melhores galerias de arte do mundo.

Vanessa Aquino.

Friday, March 18, 2011

Para viver / To live your life


Foto: Vanessa Emmanuelle de Aquino.

Há apenas uma forma de encontrar as coisas mais belas do mundo; desarraigar-se da beleza que um dia encontramos e aprendemos a amar,  e ir amar outras belezas em outros lugares. 
No final nos damos conta de que absolutamente tudo é beleza e a sensação é de que vivemos intensamente.


There is only one way to find the most beautiful things in the worldextricate ourselves from the beauty we found one day and learned how to love, and then go love beautiful things somewhere else.
In the end we realize that absolutely everything is beautiful and the feeling is that we had lived intensely.



Vanessa Emmanuelle de Aquino.

Sunday, March 6, 2011

Made of words

Junoesque...
...Someone found this word on me today.

Emmanuelle.

Tuesday, February 22, 2011

Poemas e Operações

Estou na sala de operações,
não há doutor,
apenas uns amigos.
O sistema elétrico está em pane,
os amigos tentam resolver.
O monitor não responde,
são muitos amperes para ler,
não sei somar...
Vozes de tanta gente
vozes saindo das caixinhas,
não há silêncio.
Um moinho gira lá fora.
Apesar de tudo isso ser tão importante, nada importa;
escrevo um poema na sala de operações.



18, Fevereiro,  2011

Vanessa Aquino.

Sunday, January 23, 2011

You

Photo: Tiago Lima




I don't know if I know you,
Perhaps I just imagine you,
Like I had a dream of who you would be.
Maybe... there's no you.

I probably stole your image
to match up with my ideal "you",
where the "you" I like is not you,
but the "you" who makes me happy.

As opposed to you, my ideal "you"
is probably boring, deprived of will
For I carry "you" everywhere
And I can't keep the real you.

My "you" will stay with me
And you... you're always apart.
So why do I long so much
My perfect "you" to be you?

Emmanuelle Aquino.