Monday, June 29, 2009

The Beginning - O início

Contos de Passarinho

Naquela manhã de Abril, avistava-se, construído na beira de um telhado, feito cuidadosamente de capim e gravetos, um pequeno ninho . A delicada estrutura, ainda que possuindo muitas arestas, escondia dentro de si um terrível tesouro.
Pintado de marrom escuro em claro fundo, o pequeno ovo deitado ali no ninho não parecia mudar muito sua aparência no decorrer dos dias, mas lá dentro, protegido atrás da fina casca, escondia-se um milagre, um segredo, uma mudança.
Dentro do ovo gema e clara se encontravam, se tocavam, se mesclavam, se transformavam. Aquela pequena casca de ovo trazia dentro de si um início, o início de todas as idéias, de todos os desejos, de todos os segredos construídos. Era um início que apenas necessita de um pequeno vazio para engravidar.
A medida que crescia, o pequeno início tomava forma, criava asas e se preparava para viver em outra esfera. A frágil casca que o suportava e continha, preparava ali um ser que fora designado para viver não dentro e sim do lado de fora de si, como se fosse óbvio que tudo aquilo que cresce devesse então passar para outra esfera... ainda assim, a prática óbvia da vida não parece esclarecida suficiente à maioria dos seres viventes.
Quando estas duas palavras:gema e clara, se tornaram carne, poderia-se dizer que existia ali um pássaro. A pequena ave, ainda tão diminuta, não era ainda conscientemente um passarinho. Era ainda preciso esperar que desejasse ser passarinho, que quisesse voar, que quisesse mais do que o conforto e a proteção da pequena casca. Ainda era cedo demais para que passarinho e alma de passarinho estivessem juntas em um só.

Vanessa Emmanuelle de Aquino.

2 comments:

kikoroka said...

Fico pensando... E quando já se é carne e alma ou pássaro e já crescido o bastante, que outro elemento diferente da alma há de se unir a ela para se passar então novamente para uma outra nova esfera... e depois outra e outra ...

Vanessa said...

A resposta virá... em outro conto de passarinho ou do seu coração, ou da vida ou de quem mais chegar! :)
... "Aqui sou um passarim, que as asas estão por dentro. Por isso aprendi a cantar. Voar, voar, voar!"