Saturday, February 14, 2009

Cenário para um amor eternizado

Eu amo você,
cada vez que a lua nasce
Cada dia que descança ao longe
atrás da cidade...
eu amo você,
e não importa se as nuvens de poeira
insistem em tampar o nosso céu,
para mim, as estrelas sempre brilham
o poente é sempre um suicídio do dia
para nascer puro amanhã...
eu amo você,
e ainda que a lua seja
de todos os apaixonados,
não importa...
...a lua que vejo é outra,
é minha e é sua,
ninguém se importa mais
com as estrelas do que nós,
ninguém espera o sol se pôr,
ninguém nota que as nossas faíscas
é que iluminam o céu...
eu amo você...
e o sol se põe na minha cama
com desejos de acordar
e ser você.


Vanessa Emmanuelle de Aquino.
2003

Happy Valentine's Day!!!


1 comment:

Anonymous said...

Nossa q poema lindo Vanessa! Apaixonante!
Abraço..
Nanda.
http://mefaltaumpedacoteu.zip.net